Histórico


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     TRADIÇÕES: DARUMA
     BREVE HISTÓRICO DA AACJ
     PRODUTOS: KIT AACJ SUSHIMAN CHEF
     PRÊMIO: ORDEM DO MÉRITO KASATO MARU
     ESPECIAL: ECJ/BR
     ESPECIAL: PERSONAL SUSHI
     RECEITAS: BOLINHO DE TOFU
     RECEITAS: MAZE GOHAN DE MOTI GOME
     RECEITAS: SUKIYAKI LIGHT
     RECEITAS: TEMPURÁ
     RECEITAS: MAKIZUSHI
     RECEITAS: CONSERVA DE DAIKON
     RECEITAS: ARROZ DE FESTA
     RECEITAS: Sugaki do Tanji
     RESTAURANTES: Kaizen
     RECEITAS: ARROZ PARA SUSHI
     RECEITAS: Salada de Acelga
     RESTAURANTES: MIYAKE SUSHI
     RESTAURANTES: PRÊMIO PALADAR
     RESTAURANTES: MAKÔZUSHI-MARÍLIA
     RESTAURANTES: Banri Katian
     RESTAURANTES: COMER & BEBER: O MELHOR DE VEJA SP
     EVENTO: A FUSÃO DAS CULINÁRIAS ORIENTAL E OCIDENTAL COM ADRIANO KANASHIRO
     EVENTO: 3o. NIKKEY MATSURI
     EVENTO: Festival do Japão 2009
     EVENTO: Festival do Japão 2008
     EVENTO: A ARTE DO SUSHI COM JUN SAKAMOTO
     GALERIA: TIPOS DE SUSHI
     GALERIA: FOTOS DE CURSO DA AACJ EM 1997
     GALERIA: COMPRAS NA LIBERDADE
     GALERIA: FOTOS DA SEMANA CULTURAL BRASIL-JAPÃO
     GALERIA: ESTILO DE VIDA
     GALERIA: SUSHIS "DIFERENTES"
     GALERIA: ANO NOVO
     VÍDEO: PASSEIO DE ESTEIRA ROLANTE
     VÍDEO: JUN SAKAMOTO
     VÍDEO: TSUYOSHI MURAKAMI
     VÍDEO: JUN SAKAMOTO NO MAIS VOCÊ
     VÍDEO: UDON
     VÍDEO: TOQUE BRASILEIRO
     VÍDEO: ESCOLHENDO O PEIXE
     VÍDEO: FAZENDO SUSHI
     VÍDEO: FAZENDO SUSHI - II
     VÍDEO: Aldo Paladino no Momento Temperado
     VÍDEO: ADRIANO KANASHIRO
     VÍDEO: ASA GOHAN
     CURIOSIDADES: OS HASHIS
     CURIOSIDADES: Nihongo Culinário
     CURIOSIDADES: O SHOYU
     CURIOSIDADES: LEILÃO DE ATUM EM TÓQUIO
     PERFIL: JUN SAKAMOTO
     PERFIL: OS QUATRO SAMURAIS
     UTENSÍLIOS: CLIP NO HASHI
     UTENSÍLIOS: FERRAMENTAS PARA MANUSEIO DE PEIXES
     LIVRO: As Minhas Receitas Japonesas
     LIVRO: Sushi - Técnicas e Receitas
     MANGÁ: Gourmet


     
    AACJ - ASSOCIAÇÃO DOS ADEPTOS DA CULINÁRIA JAPONESA


    AACJ LIVROS: As Minhas Receitas Japonesas

    As Minhas Receitas Japonesas (Publifolha, 192 páginas, R$32,00) apresenta uma seleção das melhores receitas da chef Mari Hirata, publicadas na "Revista da Folha". Há mais de 20 anos morando no exterior, entre Japão e França, a chef Mari Hirata nasceu em São Paulo. Em Paris, trabalhou em vários restaurantes, inclusive o estrelado L'Arpège, do chef Alain Passard. Voltou para o Japão em 2001 a convite da confeitaria oficial da Família Imperial japonesa, para a abertura do Toraya Café. Atualmente, além de prestar consultoria, ministra cursos semanais de gastronomia em Tóquio, como o de cozinha brasileira para japoneses.

    Com prefácio da colunista da Folha Nina Horta, o volume traz receitas testadas e preparadas com ingredientes encontrados nas feiras, nas lojas da Liberdade e nos supermercados de São Paulo.

    "Neste livro, tentei juntar as minhas receitas japonesas que fazem sucesso aqui [no Japão]...E tentei colocar também algumas receitas tradicionais autênticas", afirma a chef.

    Em As Minhas Receitas Japonesas, Hirata não só apresenta os ingredientes dos pratos, com a receita passo a passo, mas também fala sobre as melhores épocas dos legumes, os aspectos singulares de cada ingrediente e as sutilezas dos preparos.

    Entre as receitas encontradas no livro estão a salada de soba, o tempura caseiro, o baravoise de chá verde e o pão "de queijo" de gergelim. No "Índice das receitas", o leitor conhece e aprende a ordem de servir cada prato.

    Sem deixar de lado a culinária tradional do Japão, na seção "Receitas-base" Hirata ensina como preparar pratos como missoshiru, arroz branco japonês e anko, o doce de feijão.

    O livro traz também um pequeno "Glossário", no qual a chef explica os termos e alguns ingredientes japoneses talvez menos conhecidos do público.

    No trecho abaixo, a chef ensina como preparar o tempura caseiro:

    Tempura caseiro

    rendimento: 4 porções

    Massa do tempura

    - 1 ovo inteiro gelado
    - 200 g de farinha peneirada e gelada
    - 400 ml de água gelada

    Misture o ovo com a água gelada numa vasilha gelada sobre banho-maria frio (água com gelo). Peneire por cima dessa mistura a farinha em uma vez só.

    Misture levemente com 2 palitinhos longos ou 2 espetos (não use fouet, nem colher de pau), deixando a mistura bem empelotada, com farinha nas superfícies e nas bordas. A massa só deve ser feita segundos antes de fritar. Antes disso, deixe preparados todos os ingredientes.

    Ingredientes

    - 8 camarões grandes ou 12 camarões médios (pode-se acrescentar filé de peixe branco, vieiras, lulas, etc.)
    - 4 shiitakes inteiros (sem o talo)
    - 4 pimentões cortados em 4 (no comprimento)
    - 1 berinjela (em rodelas)
    - 1 batata-doce em rodelas (mergulhe em água para retirar o amido)
    - 8 aspargos verdes
    - 4 folhas de shiso ou basílico (sálvia também serve)

    Molho

    Gosto muito do tempura passado, depois de frito, no sal e na pimenta, mas, tradicionalmente, existe o molho:

    Tentsuyu (molho para tempura)

    - 2/3 de copo de dashi (caldo-base japonês feito de peixe seco)
    - 2 colheres de sopa de shoyu
    - 2 colheres de sopa de mirin (saquê doce), que pode ser substituído por açúcar

    Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo. Quando ferver, o molho estará pronto. É servido com nabo cru ralado e gengibre fresco ralado a gosto.

    Preparo dos ingredientes

    Todos os vegetais devem ser cortados em espessura e tamanho não muito grandes, para facilitar o cozimento.

    O camarão deve ser descascado. Deixe o rabo, mas retire a cabeça e o intestino dorsal (retire com um palito, picando no dorso). Faça 3 cortes transversais na barriga do camarão; isso impede que ele se curve.

    O camarão deve estar bem seco para que a massa o envolva completamente. Uma pitada de sal pode ser colocada. Qualquer peixe de carne branca e firme pode ser utilizado; ele deve ser limpo e sem espinhas. Tanto o peixe como o camarão devem ser finamente empanados com farinha, antes de serem mergulhados na massa.

    Modo de fazer

    Aqueça o óleo a 170 ºC e comece a fritar os vegetais. Pode-se passar na farinha, retirando bem o excesso, e depois passar na massa --isso permite que a massa fixe bem.

    Retire o excesso da massa e coloque no óleo. Não frite muitos por vez para não diminuir a temperatura. Depois dos vegetais, aumente a temperatura do óleo a 180 ºC e frite os camarões e os peixes.

    Não espere que os camarões dourem. Se pegarem cor, já estarão cozidos demais e ficarão duros e sem graça. Estando crocante por fora, a massa indicará que já estão prontos.

    Sirva com o molho à parte e tigelinhas com sal e pimenta. Cada um tempera a gosto seu tempura (suco de limão também combina bem com frutos do mar).



    Escrito por AACJ - BR às 16h28
    [] [envie esta mensagem] []



    AACJ RECEITAS: SUSHI TUTORIAL - MAKIZUSHI




    Escrito por AACJ - BR às 10h36
    [] [envie esta mensagem] []



    AACJ EVENTOS - JAPAN FEST 2009 - MARÍLIA

    A 7ª edição do Japan Fest ocorrerá nos dias 17, 18 e 19 de abril de 2009. A festa é visitada anualmente por cerca de 65 mil pessoas no Nikkey Clube de Marília e é uma referência em eventos desta proporção no interior do Estado de São Paulo com uma programação tradicional de música, dança, cultura e gastronomia japonesa. A festa terá o apoio da Unimar - a Universidade de Marília - na organização de eventos esportivos e numa programação especial relativa a tecnologia nos agronegócios.



    Escrito por AACJ - BR às 19h17
    [] [envie esta mensagem] []



    AACJ RECEITAS: MAZE GOHAN DE MOTI GOME (PANELA DE PRESSÃO)

     



    Escrito por AACJ - BR às 23h02
    [] [envie esta mensagem] []



    AACJ PRODUTOS: KIT AACJ - SUSHIMAN CHEF

    ENTRE EM CONTATO COM A AACJ ATRAVÉS DO E-MAIL marcello.aacj@bol.com.br



    Escrito por AACJ - BR às 23h05
    [] [envie esta mensagem] []



    AACJ GALERIA: COMPRAS NA LIBERDADE

    O bairro da Liberdade, em São Paulo, foi o local onde se fixaram a partir de 1912 muitos dos imigrantes japoneses que ao chegarem ao Brasil não aceitaram as condições patronais impostas nas lavouras de café ou não se adaptaram às atividades agrícolas e decidiram estabelecer-se no comércio de produtos alimentícios e objetos antes desconhecidos dos brasileiros ou conseguiram emprego como carpinteiros ou pintores, já que a cidade de São Paulo passava por uma fase de enorme crescimento demográfico.

    Em 1953, Yoshikazu Tanaka inaugurou na rua Galvão Bueno o Cine Niterói, um grande atrativo para a época, já que estávamos no período áureo das obras dos cineastas Akira Kurosawa e Yasujiro Ozu, e a partir daí uma série de restaurantes, estabelecimentos comerciais e associações de imigrantes começaram a estabelecer-se nas redondezas.

    Em 1955 foi inaugurada a Sociedade Paulista de Cultura Japonesa (atual Bunkyo - Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa), que receberia em 1967 a visita dos então príncipes herdeiros do Japão (e atuais imperador e imperatriz, Akihito e Michiko).

    Em 1968, com a construção da Diametral Leste-Oeste o Cine Niterói se mudou para a avenida Liberdade. Para evitar uma crise no comércio local, a Associação de Confraternização dos Lojistas do Bairro da Liberdade propôs e construiu o jardim japonês e instalou as lanternas japonesas em 1973. Em 1974 começou a ser montada a feira oriental que só aumentou desde então, principalmente com a introdução da estação Liberdade do metrô, em 1975.

    Marcello Giuseppe Deliza, presidente da AACJ- Associação dos Adeptos da Culinária Japonesa esteve no bairro da Liberdade para adquirir os produtos que compõem a primeira versão do KIT AACJ - Sushiman Chef, uma combinação de utensílios e ingredientes que auxiliará os adeptos da culinária japonesa a preparar seus próprios sushis.

    Como em toda boa compra, garimpar e pesquisar é essencial, e com o KIT AACJ não poderia ser diferente.

    POMONA - R. Galvão Bueno, 174. 3207-7268/3207-8628. 9h/18h30 (sáb. fecha 18h, dom. 10h/18h) - Tem uma boa linha de nunchakus e espadas Kill Bill/O Último Samurai (que não fazem parte do kit AACJ), eletrodomésticos, artigos para decoração, utilidades domésticas e porcelanas.

    BANRI - R. Galvão Bueno, 160. 3208-7232. 7h30/22h30 (seg e dom fecha 20h30) - Restaurante que se tornou Mercearia em 1996 e que em 2007 voltou a ser restaurante (com ênfase na culinária chinesa) , sem deixar de ser mercadinho e também servir café.

    MERCEARIA ORIENTAL - R. dos Estudantes, 38. 3209-8830/3208-6979. 7h30/20h - O nome oficial é Comércio de Comestíveis Oriental, e tem bentôs e chás para todos os gostos. Ótimo atendimento (ganhei um calendario de bolso 2009)

    MERCADO KAISEN - R. Galvão Bueno, 270. 3341-6571. 8h30/20h - Hortifrutis em geral, como a acelga chinesa, shimeji, broto de bambu, nabo daikon, lenkon, etc...

    MIZUMOTO KIOTO - R. Galvão Bueno, 51. 3205-5908. 9h/18h30 (dom. abre 10h) - Panelas elétricas para arroz, Artigos de porcelana, louças, chaleiras, luminárias e...sorvete Melona (como em quase todas as lojas do bairro)

    MARUKAI - R. Galvão Bueno, 34. 3341-3350. 8h/20h - Movimentadíssima (e apertadíssima) loja onde destacam-se as seções de obentô, comidas prontas, pães, biscoitos, balas, temperos, mercearias em geral, produtos para presentes e utilidades domésticas, equipamentos e utensílios para restaurantes, hotéis e etc.

    CASA BUENO- R. Galvão Bueno, 48. 3277-8901. 8h/20h - Várias marcas de arroz (Imperial, Komati, Pacific, Maruyu, Tamaki, Koshihikari, Guin, Yanagui, Momiji, Mirokumai, Kogane mai), molhos, temperos, marshmellow, balas de alga, gelatina - Eiwa, Tenkei, Kinjyo, Sweet, Eis, etc...

    HIME-YA- R. Galvão Bueno, 54. 3341-4678. 9h/18h30 (dom. abre 10h) - Luminárias, Cerâmicas, Panelas Elétricas para Arroz, Decoração, Utensílios para Restaurantes, Garrafas Térmicas e outros produtos.

    RAKUTEN ICHIBA- R. dos Estudantes, 41. 3341-7265. 9h/19h - Vende no atacado e no varejo vasos, frigideiras e utensílios domésticos. Fica ao lado da pastelaria Yoka.



    Escrito por AACJ - BR às 18h44
    [] [envie esta mensagem] []



    AACJ RECEITAS: BOLINHO DE TOFU (FRITO)



    Escrito por AACJ - BR às 13h24
    [] [envie esta mensagem] []



    AACJ RESTAURANTES: MAKÔZUSHI-MARÍLIA

    Makôzushi é o restaurante japonês do Aquarius Shopping, em Marília, cidade do noroeste do estado de São Paulo, situado a 448 km da capital.

    Situado num cantinho da praça de alimentação do shopping, o restaurante comandado pelo Chef Reginaldo tem um cardápio bem variado de pratos quentes e frios, que podem ser servidos nas mesas da praça de alimentação ou num "ambiente típico", no andar superior do restaurante.

    Os sashimis são de tilápia, salmão, atum ou de porções mistas e os preços variam de R$ 13,90 (individual de tilápia) a R$ 76,90 (misto para 4 pessoas). Os sushis executivos (de R$ 13,90 a R$ 14,90) tem como acompanhamentos 2 tempurás, 2 tofus, salada de moyashi ou acelga. Os Temakis podem ser Califórnia (R$ 8,90), de salmão ou atum (R$ 9,90). Entre os pratos quentes, destaca-se o shimeji (foto abaixo) que custa R$ 12,90 a porção individual. O restaurante serve também Teishokus (R$ 25,90) de Yakisakana, Sashimi e Tempura que são acompanhados por gohan, missoshiru, anchova, kakiague, karê, picles-kassu uri, kassu kiuri, takuan, fukujin, lakio e kinbira. Os yakisobas variam de R$ 13,90 (individual de carne, na tigela) a R$ 30,90 (para duas pessoas, de camarão). A porção de guioza (6 unidades) custa R$ 11,90.

    Makôzushi - Praça de Alimentação (loja 01) do Aquarius Shopping - Rua dos Tucunarés n°500-  Jd. Maria Marta CEP 17.507-280 Marília SP



    Escrito por AACJ - BR às 10h51
    [] [envie esta mensagem] []



    AACJ EVENTOS: Prêmio Paladar 2008

    O Prêmio Paladar, promovido pelo jornal O Estado de S. Paulo, elegeu em sua terceira edição os melhores da gastronomia paulistana em 2008, em cerimônia realizada no hotel Grand Hyatt, em São Paulo.

    Para chegar aos vencedores das diversas categorias (Bistrô, Carnes, Entradas, Massas, Orientais, Peixes e Frutos do Mar, Sobremesa, Sushi, Laboratório Paladar, Pizza Margherita, Carne de Porco e Trivial), os jurados visitaram (sem se identificar como tal) 70 restaurantes pré-selecionados pela redação do Paladar e experimentam 645 pratos concorrentes.

    O vencedor na categoria MELHOR PRATO ORIENTAL foi o MAGURO NUTA, invenção de Tsuyoshi Murakami do Restaurante Kinoshita. O prato é de uma beleza ímpar e é um exemplar da kappo cuisine. Trata-se de um atum mebati selado, servido com molho adocicado e picante, resultado de uma combinação de saquê (mirin e kirin), alga, pimenta toban djan, vinagre de arroz, missô e gema de ovo yamaguishi - uma versão nipônica do ovo caipira. A gema é acomodada crua sobre o molho e deve ser rapidamente misturada.

    A foto acima foi extraída do site Viver Bem, que também publicou a receita do prato em Maio de 2008.

    Além do Maguro Nuta, do restaurante Kinoshita, os melhores pratos orientais foram: o Tonkatsu teishoku do Restaurante Kidoairaku (ficou em segundo lugar), o Tonkatsu missô do Restaurante Aska (em terceiro) e o Trio Campeão do Restaurante Ton Hoi (em quarto - dedicado à cozinha chinesa).

    Para escolher o MELHOR SUSHI a comissão julgadora percorreu 12 restaurantes japoneses em três noites. Em cada visita, o mesmo pedido: seis sushis para cada jurado, "dos melhores que tiver". Foram avaliados o sabor, a textura e o frescor.

    O vencedor foi o Shin-Zushi, do chef Riyoiti Yamashita seguido pelo Jun Sakamoto e pelo Hamatyo, de Ryoichi Yoshida.

    SERVIÇO DOS RESTAURANTES MENCIONADOS

    RESTAURANTE KINOSHITA

    Rua Jacques Félix, 405, Vila Nova Conceição, 3849-6940 (70 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sáb. e feriados almoço até 16h; fecha dom.).  http://www.restaurantekinoshita.com.br/. Aberto em 2008.

    RESTAURANTE KIDOAIRAKU

    Rua São Joaquim, 394, Liberdade, 3207-8569 (30 lugares). 11h30/14h e 18h30/22h (fecha dom.)

    RESTAURANTE ASKA

    Rua Galvão Bueno, 466, Liberdade, 3277-9682 (40 lugares). 11h30/14h e 18h30/22h (fecha seg.). Aberto em 2000.

    RESTAURANTE SHIN-ZUSHI

    Rua Afonso de Freitas, 169, Paraíso, 3889-8700 e 3889-8725 (80 lugares). 11h30/14h e 18h30/22h (dom. e feriados só jantar até 22h; fecha seg.). Aberto em 1981.

    RESTAURANTE JUN SAKAMOTO

    Rua Lisboa, 55, Pinheiros, 3088-6019 (36 lugares). 19h/0h30 (sex e sáb. até 1h, fecha dom.). Aberto em 2000.

    RESTAURANTE HAMATYO

    Avenida Pedroso de Morais, 393, Pinheiros, 3813-1586 (20 lugares). 18h30/1h (fecha dom.).  http://www.hamatyo.com.br/ Aberto em 2006.



    Escrito por AACJ - BR às 19h37
    [] [envie esta mensagem] []




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]